#day66 – rodeia-te de quem reconhece a tua verdade.

Não vale a pena seguir por aí a achar que todos somos compatíveis e de perfeito encaixe. Não somos. As nossas diferenças aproximam-nos de uns e afastam-nos de outros. As nossas diferenças são o que nos tornam únicos no meio da multidão. Sendo que cada elemento da multidão, é por si diferente e especial. E não digo isto com o clichê na ponta da língua. Digo porque sei que é na diferença que nos encontramos. Mas só nos verdadeiramente achamos se soubermos muito bem o que verdadeiramente nos distingue dos outros. E curiosamente, são os outros que nos falam dessa diferença, que nos apontam o dedo às virtudes e nos dão os parabéns pelo que não estamos a ver. Fomos educados para ver as falhas e não as virtudes. Enaltecer as virtudes é “fazer inchar o ego” enquanto reconhecer o que falha é um acto de “humildade”. Pois meus caros, acho eu que para reconhecer a grandeza que nos vai cá dentro é precisa muita mais humildade para ouvir o que temos de bom, sem a necessidade inferior de termos que nos pôr pequeninos para que a grandeza dos nossos actos caiba numa caixa pequena. Seremos grandes se nos permitirmos a sê-lo. E “grande” não significa sempre “grandes feitos”. Significa ter a coragem de viver a nossa verdade como ela é. Essa grandeza de espírito que é viver dos sonhos e para os sonhos. De nos reconhecermos neles, e com eles seguirmos por aí de peito cheio e mão no leme. O meu sonho é simples: viver com as árvores, rodeado de amigos e família, quem sabe com uma criança ou duas e a escrever reflexões por meio de estratégias financeiras para mudar o mundo e mostrar com o dia a dia, vivido, de que é feita a abundância, para onde vai, como se distribui e como chega até nós. Abundância de amores e calores. De sonhos e concretizações. De gavetas que não guardam mais pedidos e cartas. Que guardam em vez disso, reconhecimentos de mérito de uma vida feliz. 

Rodeia-te de quem reconhece a tua verdade. Que olhe para lá dos teus olhos e te faça relembrar o teu valor e potencial. São essas pessoas que te levarão longe, no amparo do seu aconchego. As outras, as demasiado ocupadas para os teus sonhos conjuntos, deixa-as para trás. Só atrasam o esplendor de quem já és, e não sabes. ❤️

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s