#day127 – no silêncio do mar

Ouço as ondas e olho para dentro. Como se o mar me quisesse falar baixinho. Como se mais nada houvesse para dizer que não… Silêncio que se vai cantar o mar. Nunca tive tanto amparo. Nunca a vida me deu tantas opções e nunca me senti tão confusa entre tanto que amo. Entre Portugal, Brasil, pessoas, caminhos, projectos…. Gostava de me fazer 2, 3, 1000 para poder numa vida passar por tudo o que me é oferecido. E poder dar tudo o que me vai na alma e nem sempre consigo por ser apenas eu. 

Queira a vida fazer-me acordar todos os dias para o silêncio delicioso que me vai dentro. E que possa eu seguir constante na maré do que me faz bem. Que as tormentas fiquem onde devem estar. Lá atrás. E que os sonhos me levem como brisa doce das manhas que encaro e desfruto todos os dias. Queira a vida continuar a cuidar de mim como eu espero estar a cuidar dela, e que não falte à humanidade amor e sinceridade. Pois de ventos fortes vivem os mundos. O meu, espero eu que viva de sopros, sussurros e amassos. 💕

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s