#day161 – Casa. 

Lá fora o vento urge. Escorrega por entre as folhas como se quisesse chamar a atenção. Lá fora o vento leva. E arranca do chão o pó de outros dias. Lá fora o vento grita. Como se quisesse levar consigo parte do que se tem dentro. 

E dentro? Dentro, só uma leve brisa quente e doce se manifesta. Dentro, só o amor a transbordar das banheiras das almas limpas pela labareda maior do fogo de ontem. Dentro, só uma sensação de paz extrema, quase ridícula de tão macia que é. Quase cor de rosa. Esse rosa imaculado que as vezes aparece só para mostrar que pode ser tudo um mistério. O mistério desta vida que vai acontecendo, e nós, meros peões dos nossos brilhantes destinos, vamos começando a crescer neles, até por fim, nos tornarmos mestres, do nosso próprio (destinado) regresso a casa. 💕🏡

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s