#day169 – a minha alma tem janelas

A minha alma tem janelas amplas, e sempre com vista de mar. Na verdade, tem várias, sempre viradas para os retratos da minha vida e por onde de vez em quando entram os pássaros dos meus sonhos. Há penas por todo o lado. E as paredes são caiadas pelo sal que fica da maresia que me embala todas as noites e todos os dias. As gaivotas fazem companhia aos meus caprichos de moradora abastada de vida. Afinal, a vida vive-se com pompa e circunstância ou não se vive de todo. E eu, recorro muitas vezes às tempestades de mar para criar um ninho de alma macio e quente dentro. Entro e saio muitas vezes pelas janelas. As portas ficam longe do coração e as minhas asas, teimosas, insistem nos parapeitos altos do meu farol e que permitem voos a pique para mergulhos em profundidade. 

As portas são banais. Têm escadinhas que permitem saídas fáceis. São térreas e são bem com”portadas”. É por isso que às vezes regresso a casa com escamas, achando eu, ser um peixe voador. E quando o mar me leva para a floresta, deixo por lá a identidade, que me faz falta zero, nesta vida de beira-mar. 

A minha alma tem janelas. E uma linda vista de mar 💕

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s