#day200 – a estrada da vida

Gosto de estradas de terra batida. Que cheiram a orvalho, a flores e a mar. Gosto do piso suave e das cores ao longe. Gosto dos sons ao perto. Gosto dos elementos expostos ao nosso olhar. Gosto de decidir ver beleza em tudo. Gosto de olhar por dentro e ver espaço fora. Gosto tanto mas tanto de parar a meio para rebolar no monte, no vale ou simplesmente me deitar a contemplar a vida nas costas. Como se para viver bastasse ficar. Ali. A respirar. 

É preciso ter tempo para amar a vida. Para se percorrerem as estradas com calma. Para se poder observar e tocar as almas dos espaços. A velocidade forçada corrompe. Faz perder o discernimento entre o certo e o errado. Por isso é que a vida pede passo. Para que um atrás do outro, se vá calcando o destino forjado pelas nossas escolhas e direções tomadas. 

Cada um escolhe a sua estrada. E todas cumprem a sua função. Resta saber, se é a estrada que percorro que amo, e me encanta o dia-a-dia. Para que tenha certeza dos meus passos, e como eles seguir radiante. Como já o faço, e no fundo, não sabia. ☀️

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s