#day247 – a primavera vive-se dentro

Não é para sempre inverno. Nem a primavera está fora do nosso alcance nos dias frios e chuvosos. 

A primavera vive-se dentro. Como se vivem os sons dos pássaros lá fora. 

A primavera é um estado de alma para quem a quer, sente e vive. A primavera brota de nós, se lhe dermos espaço. Nenhum amor é real se não lhe dermos primavera. 

É de inícios brandos que se faz a vida. Desta serenidade que se constroem os passos. Deste calor ameno que se vive a paz. 

Não pode haver enganos. A primavera desloca-se para onde há possibilidade de recomeço. Para onde não há excessos que esgotam ou violências que cegam. A primavera procura o amor em profundidade. O lago das rãs e os grilos que nos cantam. Porque a primavera é capaz. 

É feita da suavidade do toque da seda. Da passagem singela do tempo. E da palidez de alguns tons que não precisam ser berrantes para nos fazerem entender, que viver é a calma de um rio. Que não tem pressa para chegar. Ao mar. ❤

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s