#day251 – este amor que insiste em ficar

Há amores que ficam. Eu não nos largam. Que não nos podem deixar sozinhos, dizem. E ficam. E eu podia dizer que não tenho tempo para primaveras, ou que o verão me leva a atenção, mas deixo ficar os amores. São os amores que ficam que os amam mais. Melhor. Com mais fervor. Precisamos desses amores como a água precisa de ser mar. São amores chão. Em tempo de pé de vento. Não consigo dizer que não. Ao carinho que vem do mundo. E me ampara os dias difíceis, como se tivesse a cura para todas as lágrimas, na sua mão. 

Mas às vezes pergunto-me porque me ficam estes amores, se já lhes disse que é inverno e que não quero que se constipem. Mas eles chegam com potes de mel. Para me calar as tosses de protesto. E sentam-se à porta. À espera de um aconchego meu. Ohh pássaros amorosos desta vida que podiam estar em qualquer lugar. E escolhem a minha casa para morar comigo. Indiferente não fico ao privilégio, e por fim os deixo entrar. Queiram eles trazer a luz, pois para sempre com inverno, não podemos ficar. ❤

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s