#day256 – somos o que quisermos ser 

Não tenho dúvidas de que o nosso mundo, é o que fizermos dele. Que não nos podemos engasgar com o que os outros acham que não conseguimos, e muito menos podemos deixar de ser quem somos porque a opinião de alguém nos arrasta. Podemos estar perdidos na floresta da vida, mas ainda assim escolher olhar para as estrelas e decidir qual delas seguir até que esta nos leve a algum lugar. Mesmo quando achamos que não temos escolha, a escolha está lá. E se expressa pela decisão do que queremos para nós. Mesmo que esse querer seja um “não sei, deixa-me estar”. A vida constrói-se com tempo, carinho e admiração pelo que somos. E se soubermos que somos alguém, tudo à nossa volta girará com precisão. A roda da vida não é uma roleta russa. É mais uma bússola afinada que podemos escolher seguir ou não. E se há coisa que sei, é o meu norte. O meu lugar no mundo fica entre a verdade e a liberdade, sendo que é para lá que aponto com tudo o que sou. Porque a vida não espera por nós nos desvios. De pouco serve criar atalhos, quando o que a vida nos dá, é um coração cheio, e um caminho, feito de autêntica sorte. ❤

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s