#day275 – acerca das desculpas 

Sempre desconfiei de quem tem todas as desculpas e justificações na língua. Parece que não sabem que o mais difícil é fazer acontecer. É por isso que tantos amores e projectos morrem na praia. Porque a garra não é para todos. E nem todos os sentimentos são reais. Há muito sol-de-pouca-dura. Muito pouca resiliência quando doi. E muito pouca paciência para esperar. E contra mim falo que sou humana e muitas vezes não consigo. Mas sei que tudo se faz quando se quer. Há sempre solução para qualquer dilema impossível. E a vida sempre nos mostra alternativas. Não avança quem não quer. Quem tem muitas desculpas e pouca força. Mais valia admitir-se e poupar-se vida no “quase”. É no “tudo” que a magia acontece. Mas pouco sabem disto. É na entrega total. No amor profundo. E na coragem concreta que o mundo se faz. 

Também há os limites. E nem sempre conseguimos a próxima milha. Mas, mais vale admitir que não se é capaz, do que passar uma vida a tentar de forma mal tentada, o que se queria ter e não se consegue, porque o pulso é fraco e o coração duro. 

Haja fogo intenso que derreta a pedra. Que jaz no fundo do coração de quem não é capaz. ❤

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s