#day319 – quando tudo parece impossível

Eu sei que não. Que posso mais do que acho. Que sei mais do que penso. Que vivo mais do que sinto.

Impossível é nada, quando se vive num rio. Em curso. E eu. Nada mais posso que seguir os passos das gotas que atravessam o que sou, até me chegar. A mim.

E nada em mim é estanque. Difuso ou tardio. Vejo para além de mim com a nitidez de quem se observa com gratidão. Nada na vida é sombrio. Quando o que nos guia é a luz da nossa própria consciência. Tranquila.

É por isso que o impossível só existe para alguns. Os descrentes. Os combativos. Os solícitos. Os de sentimentos menores. Os revoltados.

É preciso torcer a vontade do abismo, e forçar a escalada de volta. Não há nada como voltar a ver o pôr-do-sol. De cima.

É assim que se faz o impossível, possível. Com o pulso se quem quer subir a montanha das suas vontades e quem sabe, vingar. No topo. Da sua própria maneira. De ser e de estar. ❤️

Anúncios

One Comment Add yours

  1. Daniel Dias Barbosa Pereira diz:

    Obrigado pela partilha

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s