#day320 – quando a vida me obriga a avançar

Às vezes onde estamos é tão bom que ficamos. E ficamos mais um pouco. E vamos ficando por saber tão bem. E assim se estagna no confortável. No delicioso. No de-todos-os-dias. Assim se perde o novo. O improvável. O extraordinário.

Mas a vida não deixa. Parar. Permite que se saboreiem os dias. Mas longe está de nos deixar perenes nos dias de verão. A vida é exímia em nos colocar em movimento. Em nos trazer novos sabores para degustar.

Quase sempre vivo no novo. No incerto. Parece que não posso perder pitada desta experiência que é estar viva. Parece que não me deixam num canto a aproveitar. Às vezes acho que a vida me leva na sua mala. Na sua viagem eterna de descoberta. Raramente me deixa parar. E nos dias em que tenho espaço para respirar, já o novo me bate à porta. Me coloca o essencial na mala, e me arrasta para mais uma caminhada. É difícil ser nómada dentro da nossa própria vida. Mas só este estofo nos faz tanto, avançar.

Nos dias em que me tiram o tecto, fico à chuva. Mas depois aparecem as estrelas e penso. Que com tecto. Não as posso admirar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s